Palestino é condenado à prisão perpétua por morte de três adolescentes

Tribunal militar de Israel deu o veredicto nesta terça-feira (6), condenando Hosam Qawasme a cumprir sentença e a pagar indenização para os familiares das vítimas

iG Minas Gerais | AFP |

Um tribunal militar israelense condenou nesta terça-feira (6) à prisão perpétua um militante palestino por ter organizado em junho o sequestro e o assassinato de três adolescentes israelenses.

Hosam Qawasme também foi condenado a pagar uma indenização de 250.000 shekels (63.000 dólares) aos familiares de cada uma das vítimas. O sequestro e o assassinato de Naftali Frenkel, Eyal Yifrah e Gilad Shaer desencadeou uma onda de violência entre palestinos e israelenses que levou o exército de Israel a invadir a Faixa de Gaza em julho de 2014.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave