Dólar segue em alta em seu terceiro pregão consecutivo

Moeda norte-americana é cotada a 2,69 (compra e venda) na manhã desta terça-feira (6); queda nos preços do petróleo interferem na bolsa brasileira

iG Minas Gerais | Com agências |

Depois de superar R$ 2,50, dólar fecha praticamente estável
ADEM KAYA/ARQUIVO STOCKXPERT
Depois de superar R$ 2,50, dólar fecha praticamente estável

Afetada pelo baixa do preço do petróleo no exterior, a bolsa de valores segue com alta no dólar. Moeda norte-americana é cotada a 2,69 (compra e venda) e 2,67 (turismo) na manhã desta terça-feira (6). O índice da Bolsa brasileira mantem-se estável, com 47.769 pontos, sendo variação positiva de 0,53%.

Petróleo

Os preços do petróleo continuavam caindo nesta terça-feira  (6) durante os intercâmbios europeus, alcançando seu nível de há cinco anos e meio, arrastado pelo excesso de oferta.

No meio da manhã, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em fevereiro valia 52,06 dólar no Intercontinental Exchange (ICE) de Londres, 1,05 dólar a menos que no fechamento de segunda.

Nos intercâmbios eletrônicos no New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de "light sweet crude" (WTI) para a mesma entrega perdia 98 centavos, a 49,06 dólares. No meio da manhã, a referência americana de cru chegou aos 48,49 dólares, seu nível mais baixo desde 27 de abril de  2009.

Moeda europeia

O euro perdia um pouco de terreno nesta terça-feira  (6) ante o dólar, abaixo de 1,20 dólar, no dia seguinte a sua espetacular queda motivada por preocupações em relação ao futuro da Grécia e às especulações sobre a possibilidade de o Banco Central Europeu começar a comprar ativos em massa.

No meio da manhã, a moeda única europeia valia 1,1898 dólar, frente ao 1,1933 de segunda no fechamento. Na véspera, chegou a cair nos pregões asiáticos a 1,1864 dólar, seu nível mais baixo desde março de 2006.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave