Equipe ministerial pode sofrer alterações já no início do ano

Presidente Dilma avisou ao seu vice, Michel Temer, que o peemedebista Henrique Alves poderá assumir o cargo de ministro somente se não for comprovado envolvimento dele no esquema de corrupção da Petrobras

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Apesar do discurso, petista não falou em continuidade da chapa com Temer
RONALDO BRANDÃO/ESTADÃO CONTEÚDO
Apesar do discurso, petista não falou em continuidade da chapa com Temer

O ano mal começou e a equipe ministerial escolhida por Dilma já pode sofrer alterações. A presidente aguarda apenas uma resposta da Procuradoria-Geral da República a respeito dos nomes dos envolvidos nas investigações do esquema de lavagem de dinheiro na Petrobras. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Um dos nomes citados pela presidente foi o de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Dilma fez um aviso ao vice-presidente Michel Temer que Alves assumirá o cargo de ministro se não for provado qualquer participação do político nos casos de corrupção da estatal.

O nome de Alves havia sido cotado pela presidente  no início de dezembro. Mas, Dilma recuou após publicações na imprensa ligarem o peemedebista ao ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, um dos envolvidos na Operação Lava Jato.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave