Empresário quer R$ 1,3 milhões por Riascos e Cruzeiro rejeita pedida

Atacante quer atuar no Brasil para ganhar visibilidade, mas alta pedida de agente, que quer lucrar alto, inviabiliza negócio

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Raposa espera fechar a contratação do colombiano, que se destaca pela velocidade
Reprodução
Raposa espera fechar a contratação do colombiano, que se destaca pela velocidade

O Cruzeiro já deu o recado ao empresário do atacante colombiano Riascos: aceita o jogador por empréstimo sem custos ou um valor abaixo da alta pedida dos agentes, caso contrário o negócio ficará inviável. Em contenção de gastos na temporada 2015, a diretoria celeste até aprovou o nome do avante, mas considera exagerado o valor estipulado para a contratação.

Segundo apurou o Super FC, um agente argentino tomou a frente da negociação e pede R$ 1,3 milhões (cerca de 500 mil dólares) mais salários do atleta para fechar negócio com o Cruzeiro. Vinculado a um grupo de investimentos após deixar o Monarcas Morelia (MEX), Riascos foi liberado para acertar empréstimo com outro clube. E a escolha pelo mercado sul-americano acontece pela visibilidade do futebol brasileiro, que poderia em um futuro próximo render uma transferência europeia ao jogador.

Como o Cruzeiro é o atual bicampeão nacional e disputará a Copa Libertadores como um dos favoritos ao título, o agente do atacante entende ser uma ótima chance para o atleta vestir o uniforme azul estrelado.

Na tarde desta segunda-feira, a diretoria estrelada rejeitou mais uma investida dos empresários de Riascos. O presidente Gilvan de Pinho Tavares não fará loucuras e, ainda de acordo com informações obtidas pelo Super FC, topa pagar algo em torno de R$ 400 mil (aproximadamente R$ 150 mil dólares) para contar com o atacante colombiano por empréstimo em 2015. O valor proposto pelo empresário ultrapassa o orçamento previsto e, até agora, não houve acordo. Portanto, Riascos segue longe da Toca II.

Apesar dos entraves burocráticos, a torcida do Cruzeiro se empolgou com a chance do atacante vestir a camisa do clube. No Twitter oficial de Riascos, na conta @Riascos1120, uma chuva de mensagens que o próprio jogador replicou, de torcedores pedindo a vinda do atacante a Belo Horizonte.

Na Copa Libertadores de 2013, Riascos foi o vilão do Tijuana (MEX), ao perder um pênalti no fim da partida contra o Atlético. Lance esse que classificou o arquirrival celeste às semifinais da competição e consagrou o goleiro atleticano Victor. 

Leia tudo sobre: cruzeiroraposariascosgilvan de pinho tavares