Balança comercial brasileira é a pior desde 2000

O comércio exterior brasileiro também enfrenta dificuldades, 2014 foi o pior ano desde 1998, com um déficit de US$3,9 bilhões

iG Minas Gerais | FolhaPress |

Divulgação
undefined
O Brasil fechou 2014 com um deficit comercial de US$ 3,93 bilhões. Esta é a primeira vez, desde 2000, em que o país encerra o ano com o resultado das importações superando o das exportações.

No acumulado do ano, as exportações somaram US$ 225,1 bilhões, enquanto as importações chegaram a US$ 229 bilhões.

Os números foram divulgados nesta segunda-feira (5) pelo Ministério do Desenvolvimento e é o pior desde 1998, quando o déficit no ano foi de US$ 6,6 bilhões.

O governo vinha adiando ao máximo admitir a possibilidade de deficit na balança comercial brasileira.

Até início de novembro do ano passado, mesmo com acúmulo de resultados negativos bilionários nas contas, o governo ainda insistia na possibilidade de terminar o ano com saldo positivo.

Apenas ao consolidar os resultados do mês de novembro, quando foi registrado déficit de US$ 2,4 bilhões, o governo se viu forçado a revisar suas expectativas -o resultado foi o pior para meses de novembro dos últimos vinte anos, segundo indica a série histórica divulgada pela pasta.

JUSTIFICATIVAS

Dentre as justificativas apontadas pela pasta para o mau desempenho da balança comercial em 2014 está a retração nas vendas de manufaturados brasileiros (-13,7% frente a 2013), semimanufaturados (4,8% também em comparação com 2013) e de produtos básicos (-3,1% diante dos resultados de 2013).

Na lista de manufaturados são considerados, por exemplo, automóveis, plataformas de petróleo, açúcar refinado, autopeças, motores para veículos, aviões. Todos estes produtos fecharam o ano com índices negativos nas exportações.

Para semimanufaturados considera-se, por exemplo, a exportação de alumínio, óleo de soja bruto, cobre, ouro e ferro fundido, também com resultado inferior ao observado em 2013.

Da mesma forma, em produtos básicos entram produtos como milho em grãos, fumo em folhas e carne de frango, todos com redução nas exportações.

DEZEMBRO

Já as transações comerciais em dezembro apresentaram saldo comercial positivo. No mês foi registrado um superavit de US$ 293 milhões.

No período, as exportações atingiram US$ 17,49 bilhões -retração de 19,9% frente ao resultado de 2013.

As importações totalizaram US$ 17,19 bilhões, uma queda de 9,8% também em comparação ao mesmo período de 2013.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave