Agente da zoonoses de BH é detido por ter cerca de 30 cobras em casa

Ainda foram apreendidos cinco sapos, uma cágado, dois jabutis, três tartarugas tigre d'água, uma coruja, cinco iguanas, três lagartos e um teiú

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Animais eram bem cuidados
Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação
Animais eram bem cuidados

Um agente da zoonose de Belo Horizonte, de 31 anos, foi detido, na manhã desta segunda-feira (5), ao ser encontrado na casa dele, no bairro Pompeia, região Leste de Belo Horizonte, animais da fauna silvestre em cativeiro, sem autorização de órgãos ambientais.

Após denúncia, a Polícia Militar de Meio Ambiente, encontrou em uma casa, na rua Engenho Novo, cerca de 30 serpentes, cinco sapos, um cágado, dois jabutis, três tartarugas tigre d'água, uma coruja, cinco iguanas e três lagartos e um teiú.

O responsável pela casa alegou que tem um primo biólogo, que teria deixado os animais sob a responsabilidade dele.

De acordo com a polícia, o local é adequado para o cuidado com os animais, mas o homem não apresentou nenhuma licença para estar com os bichos.

Homem não tinha autorização de órgãos ambientais.
Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação
Homem não tinha autorização de órgãos ambientais.

Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e se comprometeu a comparecer ao juizado especial.

Os animais serão encaminhados para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama).

 

Leia tudo sobre: animaisfauna silvestreagente zoonoses