Motorista que atropelou 15 é indiciado por uma morte e 14 tentativas

Segundo delegado, pela morte da mulher, o jovem pode pegar de 12 a 30 anos de prisão; perícia constatou que, ao contrário do que o homem afirmou, não houve falha mecânica

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Barril de chopp foi encontrado na carroceria da caminhonete do motorista embriagado
REPRODUÇÃO TV SUDOESTE
Barril de chopp foi encontrado na carroceria da caminhonete do motorista embriagado

O motorista de 19 anos que atropelou 15 pessoas durante uma festa de congadas em São Tomás de Aquino, no Sul de Minas, vai responder por um homicídio e 14 tentativas de homicídio. O inquérito foi concluído na manhã desta segunda-feira (5) e será encaminhado à Justiça.

De acordo com o delegado Rodrigo Bittar, a decisão de indiciar o jovem por homicídio doloso, quando se assume o risco de matar, depois que uma das vítimas, Simone Martins, de 39 anos, morreu na última sexta-feira (2). Ela, que  estava internada na Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do Paraíso desde o dia 28 de dezembro, data do acidente, morreu por falência múltiplas os órgãos.

“Até então, era 15 tentativas, mas depois da morte da vítima, passamos a ter um homicídio doloso com as qualificadoras de meio cruel e meio que impossibilitou a defesa da mulher. A pena varia de 12 a 30 anos de prisão”, explicou o delegado.

O policial destacou que três pessoas ainda estão internadas, sendo duas em estado grave. Caso aconteça outra morte, ele pode responder por mais um homicídio. Além disso, ele vai responder por dois crimes de dano e um de embriaguez ao volante.

O jovem segue preso no presídio de São Sebastião do Paraíso.

Carro estava funcionando normalmente

Segundo Bittar, em depoimento, o homem afirmou que o seu veículo perdeu os freios, o que teria ocasionado os atropelamentos. No entanto, após perícia, ficou constatado que o veículo estava em perfeitas condições.

“Não houve falha mecânica, os freios de mãos e pé estavam funcionando normalmente. Além disso, testemunhas contaram que o viram aumentando a velocidade quando se aproximou das vítimas. Em nenhum momento ele tentou frear”, explicou.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave