Negociação ainda está aberta

Mesmo com postos do segundo escalão ainda sem comando, o secretário de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais, Marco Antônio Rezende, avalia que uma das principais confirmações ocorreu na semana passada

iG Minas Gerais | Larissa Arantes |

Em Minas, as nomeações para o segundo escalão do governo do petista Fernando Pimentel serão feitas ao longo desta semana e ainda dependem de algumas “conversas” com aliados para que os indicados sejam definidos. No último sábado, o governador publicou no “Diário Oficial de Minas Gerais” os nomes de dois secretários-adjuntos de pastas estratégicas do novo governo.  

De acordo com uma fonte ligada à nova equipe, o segundo escalão será divulgado “aos poucos” nos próximos dias. “Ainda vão ocorrer conversas para a confirmação desses postos. Essa é uma nova fase para a definição da equipe”.

Mesmo com postos do segundo escalão ainda sem comando, o secretário de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais, Marco Antônio Rezende, avalia que uma das principais confirmações ocorreu na semana passada. “Uma função estratégica é a do subsecretário do Tesouro (Paulo Duarte), já nomeado”, explicou.

O secretário lembrou ainda que alguns integrantes da equipe do primeiro escalão ainda dependem de licenças em órgãos como a CBTU e Prefeitura de Belo Horizonte para serem empossados, o que só deverá ocorrer amanhã ou até quarta-feira.

Salários. Rezende evitou falar sobre as dificuldades para arcar com a folha de pagamento de dezembro dos servidores. “Não tive novas informações sobre isso desde o dia 1º (quinta-feira passada”). 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave