Receita despenca 34% até novembro

iG Minas Gerais | Juliana Gontijo |

De janeiro a novembro deste ano, a arrecadação da Contribuição Financeira sobre Exploração de Recursos Minerais (CFEM), principal receita dos municípios mineradores, caiu 34%, segundo dados do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Foram R$ 739,6 milhões, contra R$ 1,1 bilhão nos 11 primeiros meses do ano passado.  

“Os municípios estão em dificuldades e o pagamento da CFEM atrasada pela Vale daria um alívio, mas cada hora ela contesta o DNPM com um argumento jurídico e, com isso, vai postergando o pagamento”, destaca o consultor de relações institucionais da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais (Amig), Waldir Salvador de Oliveira.

“Se a Vale não pagar, vamos fazer uma paralisação nos ramais ferroviários dela. É um forma de chamar a atenção para o problema. Os municípios não estão ameaçando a Vale. O problema é que ninguém aguenta esperar tanto”, afirma. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave