Ex-Galo marca e Valencia acaba com série vitoriosa do Real

O Real pode perder a liderança para o arquirrival Barcelona, que tem um ponto a menos (38 contra 39) e visita a Real Sociedad (16º) mais tarde neste domingo

iG Minas Gerais | AFP |

Ex-Atlético, Diego Alves pegou mais um pênalti com a camisa do Valencia
Reprodução/Facebook
Ex-Atlético, Diego Alves pegou mais um pênalti com a camisa do Valencia

O Real Madrid não digeriu bem as festas de fim de ano. Foi derrotado de virada por 2 a 1 pelo Valencia (4º), neste domingo em Mestalla, pela 17ª rodada do Campeonato Espanhol, e viu acabar logo no primeiro jogo de 2015 a incrível série de 22 vitórias seguidas em jogos oficiais.

O carrasco do Real é um velho conhecido do futebol brasileiro, o zagueiro argentino Nicolas Otamendi, que defendeu o Atlético Mineiro no ano passado e anotou de cabeça o segundo gol dos anfitriões.

Com o tropeço 'Merengue', o Coritiba ganhou a certeza de manter por um bom tempo o recorde de 24 triunfos consecutivos que estabeleceu em maio de 2011.

O Real já havia recebido um sinal de alerta entre o Natal e o ano novo, quando perdeu por 4 a 2 para o Milan em amistoso disputado na última segunda-feira em Dubai.

A derrota para o Valencia, porém, corre sério risco de custar muito mais caro aos comandados de Carlo Ancelotti. O Real pode perder a liderança para o arquirrival Barcelona, que tem um ponto a menos (38 contra 39) e visita a Real Sociedad (16º) mais tarde neste domingo .

Mesmo com a pressão da torcida apaixonada que lotou o estádio Mestalla, o duelo começou num ambiente amigável, com os jogadores do Valencia homenageando a equipe que acaba de se sagrar campeã mundial.

Quando a bola rolou, porém, os anfitriões mostraram-se dispostos a carimbar a faixa 'Merengue'. O primeiro tempo foi tenso, com nada mais de sete cartões amarelos aplicados antes do intervalo.

 

- Diego Alves brilha -

 

O líder do campeonato saiu na frente com mais um gol de Cristiano Ronaldo, seu 26º da temporada.

Aos 14 minutos de jogo, o astro português converteu um pênalti após o árbitro marcar um toque de mão de Parejo na área.

A 23ª vitória seguida dos 'Merengues' parecia bem encaminhada, mas o Real não conseguia impor seu jogo e só voltou a ameaçar em contra-ataques. CR7 quase ampliou aos 26, mas chutou para fora, e Benzema também desperdiçou boa chance de dar vantagem mais ampla ao Real nos acréscimos da primeira etapa.

Empurrado pela torcida, o Valencia voltou melhor para o segundo tempo e Antonio Barragan deixou tudo igual aos 7, com um chute que enganou o goleiro Casillas por ter sido desviado de calcanhar por um zagueiro do Real, o brasileiro naturalizado português Pepe.

Bale por pouco não anotou o segundo do time da casa aos 15, quando perdeu seu duelo cara a cara com o goleiro brasileiro Diego Alves, e o castigo veio cinco minutos depois. Otamendi decretou a vitória do time da casa aos 20 ao subir mais alto que todo mundo numa cobrança de escanteio.

O Real tentará se redimir na quarta-feira, quando enfrentará pela Copa do Rei o Atlético de Madri, num dérbi que promete ser explosivo.

O time 'colchonero' também foi beneficiado pela derrota 'Merengue', já que encostou a um ponto do líder com sua vitória de sábado sobre o Levante (3-1).

Leia tudo sobre: campeonato espanholreal madriddiego alvesatlético