Juve começa o ano com clássico contra Inter

iG Minas Gerais | AFP |

Líder isolada do Campeonato Italiano, a Juventus inicia 2015 com forte emoções à vista, na terça-feira, com o duelo com a Inter de Milão (11º), em clássico de grande rivalidade que agita a 17ª rodada do Campeonato Italiano.

Por muitas vezes, nas últimas décadas, Juve e Inter travaram disputas acirradas pelo título, mas desta vez a 'Velha Senhora' é franca favorita, diante de um time milanês em pleno marasmo.

Enquanto a atual tricampeã italiana perdeu apenas um jogo na competição, o clube 'nerazzurro' obteve somente uma vitória nas últimas seis rodadas.

Para reverter o quadro, a Inter foi buscar um reforço de peso, o alemão Podolski, campeão mundial com a seleção alemã e campeão de simpatia no Brasil com suas mensagens enviadas em português nas redes sociais.

Já a Juve não deve fazer loucuras na janela de transferências, por contar com um elenco sólido e talentoso, mas precisa abrir o olho para não deixar a vice-líder Roma encostar .

O time da capital soma 36 pontos, três a menos que a equipe de Turim, e tem oportunidade de colocar pressão no rival, já que joga mais cedo (12h30 no horário local, 9h30 de Brasília, contra 21h00 locais para Juve-Inter).

Basta uma vitória fora de casa de Totti e companhia sobre a Udinese (9º) para que a Juve deixe de ser líder isolada na hora de entrar em campo para o clássico.

 

- Briga pela Champions embolada -

 

A rodada começa na segunda-feira, com o choque entre Lazio (3º) e Sampdoria (5º), dois times que sonham com a vaga na próxima edição da Liga dos Campeões.

Enquanto a luta pelo título é polarizada entre Juve e Roma, a briga pelas competições europeias continua embolada. Apenas três pontos separam o terceiro do oitavo colocado.

O Napoli (4º), que tem os mesmos 27 pontos da Lazio, tem tudo para começar o ano com pé direito, diante do vice-lanterna Cesena.

Já o Milan, quinto colocado com 25 pontos, também tem tudo para vencer o Atalanta (17º) em San Siro.

Leia tudo sobre: juventusinterfutebolcampeonato italiano