Boko Haram toma base militar perto do lago Chade, na Nigéria

Os violentos combates duraram várias horas e terminaram com a fuga dos soldados e a destruição da base da MNJTF, uma força destinada a lutar contra o grupo islamista, formada por tropas de Nigéria, Chade e Níger

iG Minas Gerais | AFP |

O grupo islamista nigeriano Boko Haram tomou o controle, neste sábado, de uma base militar e várias localidades nos arredores no extremo nordeste da Nigéria, às margens do lago Chade - provocando a fuga de centenas de civis para o vizinho Chade.

Os combatentes do Boko Haram atacaram na manhã de sábado a base da Força Multinacional (MNJTF) na entrada da cidade de Baga, a 180 quilômetros ao norte de Maiduguri, às margens do lado Chade.

Os violentos combates duraram várias horas e terminaram com a fuga dos soldados e a destruição da base da MNJTF, uma força destinada a lutar contra o grupo islamista, formada por tropas de Nigéria, Chade e Níger.

Os islamistas armados "forçaram os soldados a abandonar a base e tomaram conta dela", declarou por telefone à AFP Usman Dansubbu, morador de Baga que fugiu para Gubuwa, no Chade.

Os combatentes mataram várias pessoas, queimaram centenas de casas e destruíram lojas da cidade em uma onda de violência que durou mais de sete horas, segundo Lawan Ajukalumbu, morador de Doron Baga que também fugiu para o Chade.

"Agora buscamos refúgio nos povoados chadianos de Gubuwa, Kangallam e Kaiga, perto da fronteira com a Nigéria", explicou Dansubbu.

Os povoados pesqueiros de Kuayen Kuros, Mile 3, Mile 4, Doron Baga e Bundaram, assim como a cidade de Baga, fugiram da violência e atravessaram o lago Chade em barcos e canoas.

Oficialmente não foi comunicado nenhum balanço de mortos. em novembro, o Boko Haram cometeu um massacre em Doron-Baga, onde seus homens degolaram e afogaram 48 vendedores de peixe. Em outro ataque, em abril de 2013, os islamistas mataram 185 pessoas e queimaram 2.000 casas.

Leia tudo sobre: boko haramnigériachade