Com torcida 'contra', Jon Jones vence Cormier e mantém o cinturão

Bones defendeu o título pela oitava vez e aumentou sua série invicta para 12 lutas no UFC

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Jon Jones comemorou muito sua 12 vitória seguida no UFC, sendo a oitava defendendo o cinturão
Reprodução/Facebook/UFC
Jon Jones comemorou muito sua 12 vitória seguida no UFC, sendo a oitava defendendo o cinturão

No primeiro evento do UFC em 2015, Jon Jones enfrentou as vaias e o complicado duelo diante de Daniel Cormier para sair do MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, com a honraria máxima dos meio-pesados ainda em sua cintura. Na edição 182, Bones conseguiu controlar o ímpeto do desafiante durante em uma luta de cinco assaltos e venceu por decisão unânime dos juízes, num triplo 49x46, para a decepção da maioria da torcida, que claramente mostrava sua preferência pelo último campeão do extinto Strikeforce.

Esta foi a oitava vez que Jon Jones defendeu seu título, completando uma série invicta de 12 lutas. Com isto, Bones continua com o cinturão conquistado em março de 2011. Para Cormier foi o primeiro revés no MMA após 15 vitórias seguidas.

Jon Jones não fugiu de sua característica e trabalhou a paciência do adversário com algumas quedas pontuais. Mesmo sem usar e abusar do ground and pound como de costume, Bones envolveu o desafiante, que aplicou uma boa queda no fim, mas não o bastante para convencer os juízes da sua superioridade.

Nos últimos segundos de luta, Jon Jones começou a comemorar a vitória e gerou uma breve confusão sem maiores repercussões - apenas as vaias contínuas da torcida.

Leia tudo sobre: daniel cormierjon jonesufcmma