Luzia Ferreira

Deputada estadual não reeleita (PPS)

iG Minas Gerais |

Luzia Ferreira não discute eleição ainda, mas fala em despolarização
POLLYANNA MALINIAK - 29.5.2014
Luzia Ferreira não discute eleição ainda, mas fala em despolarização

Para o PSDB, é quase obrigação ganhar a prefeitura. A pressão também é do PT, que ganhou a presidência e o Estado? Onde se encaixa uma terceira via?

Não estou discutindo eleição ainda. Meu nome é lembrado pela minha história. Hoje, o PPS tem como diretriz a aproximação política com o PSB. No Congresso há uma frente, não formal, entre PPS, PV e Solidariedade. A orientação é que essa aproximação se dê nos Estados e municípios. Isso vai despolarizar PT e PSDB e criar uma opção para o eleitorado que não se sente à vontade com os dois.

Quais são os maiores desafios da cidade?

A mobilidade envolvendo a região metropolitana. Saúde e educação continuam como desafios, apesar de BH ter a melhor educação infantil do país. Outra área que me é muito cara é a cultural.

O que a credencia para o posto?

Tenho experiência, conheço a cidade e a administração pública. Tenho afinidade com movimentos sociais. Já administrei três regionais e fui presidente da Câmara Municipal.

Assim como na maior parte do país, as contas da cidade estão em dificuldade. Por onde passa a solução dessa crise?

Está ligada à dificuldade de arrecadação e de o país crescer. BH tem a área de serviços forte, cresce ano a ano. Quando há retração econômica, isso impacta as cidades, e esse é o grande desafio.

O atual prefeito é criticado por declarações polêmicas e por ser de pouco diálogo. O próximo gestor tem que ter qual perfil?

Não vejo isso. Lacerda fez uma gestão muito reconhecida. A reeleição é prova. O prefeito tem que ser reconhecido pela capacidade de executar, e não por ser mais ou menos simpático.

Trajetória Perfil: bióloga e professora, a deputada estadual não foi reeleita neste ano. Ela exerceu dois mandatos como vereadora da capital. Em um deles, em 2009, foi a primeira mulher a ocupar a presidência do Legislativo da cidade. Credenciais: é muito próxima do prefeito Marcio Lacerda, que a considera uma aliada fiel. Tanto que é um dos nomes cotados para ganhar um cargo na prefeitura na reforma administrativa prevista.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave