Ciclista filma o próprio atropelamento e fuga do condutor

Motorista do Siena preto que causou o acidente fugiu sem prestar socorro; veja o vídeo

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Bicicleta foi danificada com o impacto da batida
Helton dos Santos/ Reprodução/ Facebook
Bicicleta foi danificada com o impacto da batida

Câmeras acopladas ao capacete e à bicicleta de um ciclista de Belo Horizonte permitiram que ele gravasse o próprio atropelamento, na noite dessa sexta-feira (2), na avenida Teresa Cristina, na região Oeste da capital. Helton Batista dos Santos, de 37 anos, tinha acabado de visitar um amigo e ia para casa quando foi atropelado por um Fiat Siena preto, na divisa entre os bairros Betânia e Nova Cintra. Ele foi derrubado da bicicleta e sofreu escoriações na perna direita e no braço. Veja os vídeos:

 
 


Segundo Santos, após o atropelamento, o condutor do carro fugiu em alta velocidade. Outros motoristas que presenciaram o acidente conseguiram anotar a placa do Fiat Siena e ajudaram o ciclista a se levantar. “Eu faço esse trajeto de bike há uns 10 anos. A avenida estava limpa, não tinha movimento”, contou o ciclista. Passado o susto, ele procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência. O carro, de acordo com a Polícia Militar (PM), foi localizado poucas horas após o acidente, estacionado em uma rua do bairro Betânia. O veículo foi monitorado pelos militares por aproximadamente duas horas na tentativa de encontrar o responsável por ele, mas ninguém apareceu. Assim, o Fiat Siena foi apreendido e levado para um pátio autorizado. Até o momento, o suspeito não foi localizado.

Mais respeito

“É o meu transporte, eu vou e volto do serviço todo dia, faço minhas correrias todas de bike”, contou Santos. As imagens do atropelamento e da bicicleta, que foi danificada, foram publicadas por ele em sua página no Facebook e compartilhadas por dezenas de pessoas na rede social.

Para Santos, as câmeras são uma forma de o ciclista se resguardar, porque, segundo ele, muitos motoristas não respeitam quem escolheu a bicicleta como meio de transporte. “É uma vida que está numa bike, e muito menos protegida do que quem está em um carro”, disse o ciclista, que usava equipamento de segurança no momento do acidente. “Meu objetivo é punição para este motorista e que ele respeite mais quem anda de bike”, encerrou.  

Leia tudo sobre: ciclistaatropelamentoteresa cristina