Palestino morre na Faixa de Gaza atingido por Exército egípcio

O fato foi confirmado por Iyad al Bozum, porta-voz do ministério do Interior dos palestinos, em mensagem publicada no Facebook

iG Minas Gerais | AFP |

Um palestino morreu nesta sexta-feira (2) na cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza, atingido por disparos de soldados egípcios a partir da fronteira, informaram os serviços de emergência.

O homem de 23 anos recebeu um tiro "nas costas e a bala foi parar no coração, o que o matou de forma imediata", disse à AFP o porta-voz dos serviços de emergência, Ashraf al Qodra.

O fato foi confirmado por Iyad al Bozum, porta-voz do ministério do Interior dos palestinos, em mensagem publicada no Facebook.

"Um cidadão palestino, de 23 anos, morreu baleado pelo Exército egípcio na fronteira", disse  Bozum, precisando que há uma investigação em curso.

Segundo Qodra, o jovem é o primeiro palestino morto na fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito "em muito tempo".

Na terça-feira, o Egito anunciou um reforço da fronteira com a Faixa de Gaza para evitar a "infiltração" de militantes provenientes do lado palestino.

Em outubro, o Egito fechou a passagem de fronteira em Rafah, a única saída da Faixa de Gaza que não está sob o controle de Israel, após um atentado suicida que matou 30 soldados egípcios.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave