Maior sonho do 94º ano de história é o tri da Libertadores

Raposa quer acabar com jejum de 18 anos sem faturar o principal torneio sul-americano

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Marcelo Oliveira
Marcelo Oliveira

Por algum tempo, o verde e o vermelho fizeram parte do uniforme de combate de uma instituição formada por desportistas da comunidade italiana em Belo Horizonte e que nasceu em 1921 para fazer história. Com o passar do tempo, mudanças ocorreram. Glórias surgiram. Craques emergiram. E uma nação de loucos foi crescendo com o orgulho de carregar no lado esquerdo do peito cinco estrelas, reconhecidas nos quatro cantos do mundo.

De Palestra Itália, o clube virou Cruzeiro Esporte Clube. O azul e o branco tornaram-se as cores do manto dos guerreiros com o intuito de transformar os gramados em locais para se escreverem páginas heroicas e imortais. Hoje, se completam 94 anos de uma história de um gigante, cada dia mais sedento por novos feitos e ávido por presentear cada membro da família celeste.

Resgatar a fama de time copeiro e voltar a erguer a taça de uma Libertadores, após 18 anos, é a principal meta traçada pelo Cruzeiro em seu 94º ano de vida. A missão foi dada a um esquadrão soberano no futebol brasileiro nas duas últimas temporadas.

Bicampeã do principal torneio sul-americano de clubes, em 1976 e 1997, a Raposa espera dar fim ao jejum no primeiro ano do segundo triênio da era Gilvan de Pinho Tavares. “A gente está montando uma equipe pensando em ganhar a Libertadores, um dos nossos objetivos. Depois de dois Brasileiros seguidos, não há por que não sonhar em conquistar a Libertadores”, afirmou o mandatário em entrevista a O TEMPO.

Para isso, a cúpula celeste, que já não conta com o diretor Alexandre Mattos, manteve a base do plantel campeão nacional em 2013 e 2014 e ainda trouxe reforços: o lateral-direito Fabiano e os atacantes Joel e Leandro Damião.

“Como mantivemos o elenco, temos muita chance de voltar a conquistar títulos. Precisamos ganhar de novo mais títulos em 2015 e sabemos que temos chances. O Cruzeiro está investindo em jogadores que vão acrescentar muito ao nosso elenco. E vamos com tudo em 2015. A torcida pode esperar que vamos nos mobilizar para sermos campeões de novo”, disse Gilvan.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposa94 anosaniversariogilvanlibertadores