Homem 'aceita' traição, mas ateia fogo no corpo da companheira em MG

Enquanto estava preso, suspeito ficou sabendo que mulher se envolveu com outro e engravidou, mas, mesmo assim, reatou relacionamento; vítima ganhou bebê há oito dias

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um ex-presidiário de 24 anos é procurado pela Polícia Militar de Poços de Caldas, no Sul de Minas, após atear fogo no corpo da companheira nessa quarta-feira (1º). Ele teria se vingado da vítima depois que a dona de casa engravidou de outro homem enquanto ela estava na prisão.

De acordo com o boletim de ocorrência da corporação, em primeiro momento, o homem disse que tinha acontecido um acidente no imóvel do casal no bairro Santana. No entanto, ele teria se “arrependido” e contato a uma outra pessoa o que aconteceu.

Na noite dessa terça (31), ele foi até um posto de combustíveis e comprou uma garrafa de álcool. Já na quarta, ele chegou no imóvel e, aproveitando que a companheira estava deitada, jogou o líquido em seu corpo. Em seguida, ele usou um isqueiro para atear o fogo na jovem.

A mulher teve queimaduras no tórax, mãos, braços e tórax. Ela foi socorrida pela mãe e pelo padrasto para a Santa Casa de Poços de Caldas, onde segue internada. Ainda conforme a corporação, ele teria dito a um conhecido que não queria carregar mais uma culpa. Após o crime, ele fugiu e não foi localizado.

A ocorrência foi encerrada na delegacia de plantão da cidade.

Traição

Ainda segundo o boletim, enquanto o suspeito estava preso, a jovem se relacionou e engravidou de um outro homem. O criminoso ficou sabendo, mas aceitou a companheira de volta.

A dona de casa teve bebê há oito dias. Conforme a assistente social da Santa Casa, a vítima está estável, mas não tem previsão de alta.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave