Vítima de raio está consciente e segue internada em Praia Grande

Quatro pessoas, todas da mesma família, morreram com o impacto do raio; outras quatro ficaram feridas

iG Minas Gerais | Folhapress |

Bombeiros tentam reanimar vítimas atingidas por um raio na orla de Praia Grande, em São Paulo
Divulgação/Polícia Militar de São Paulo
Bombeiros tentam reanimar vítimas atingidas por um raio na orla de Praia Grande, em São Paulo

A vendedora ambulante Regina Célia Freitas Nogueira, de 51 anos, uma das oito pessoas atingidas por um raio na orla de Praia Grande, no litoral paulista, na segunda-feira (29), permanece internada no Hospital Municipal Irmã Dulce.

Quatro pessoas, todas da mesma família, morreram com o impacto do raio. Outras quatro ficaram feridas. Eles estavam debaixo de dois guarda-sóis no momento do acidente. Regina Célia está consciente, com quadro estável, de acordo com boletim médico divulgado pelo hospital nesta terça (30).

Na manhã desta terça (30), Jeovanete Garrido Souza, de 41, recebeu alta. Ela havia passado a noite em observação. As duas filhas de Jeovanete, Mariana, 18, e Milena, 13, foram atendidas e liberadas na noite de segunda.

As três saíram de Franca, no interior paulista, para passar a virada do ano na praia. Todas tiveram ferimentos no rosto com a queda do raio. O acidente aconteceu por volta das 14h20 na praia Canto do Forte, perto do Quiosque do Petê, o número 15.

Morreram Zenildo Tadeu Vieira, de 69 anos, coronel da PM aposentado, e sua mulher, Andrea Boaretto, 41, a sobrinha do casal Katia Boaretto e seu marido, Luciano Garcia.

A família Boaretto havia passado o Natal em São Paulo.O militar aposentado, oitavo filho de uma família de 14 irmãos, trabalhou anos fazendo resgates como bombeiro antes de entrar na PM. Zenildo adorava viajar com a segunda mulher, a pedagoga Andrea Boaretto, de 42 anos, diretora de uma escola da Polícia Militar. Os dois estavam casados havia dez anos.

Casada com Garcia há um ano, Katia estudava administração e trabalhava numa revendedora de carros em Jacareí, no interior paulista. A prefeitura afirmou, em nota, que há faixas instaladas nas proximidades alertando os banhistas sobre os perigos da exposição aos raios em dias de chuva.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave