Hillary Clinton e Oprah são as mulheres mais admiradas dos EUA

Clinton, provável candidata à presidência dos Estados Unidos em 2016, ficou no topo da lista pelo 13º ano consecutivo

iG Minas Gerais | AFP |

A ex-secretária de Estado dos Estados Unidos Hillary Clinton continua sendo a mulher mais admirada pelos norte-americanos, seguida pela estrela da televisão Oprah Winfrey
Reprodução
A ex-secretária de Estado dos Estados Unidos Hillary Clinton continua sendo a mulher mais admirada pelos norte-americanos, seguida pela estrela da televisão Oprah Winfrey

A ex-secretária de Estado dos Estados Unidos Hillary Clinton continua sendo a mulher mais admirada pelos norte-americanos, seguida pela estrela da televisão Oprah Winfrey e a ativista paquistanesa Malala Yousafzai - informou nesta segunda-feira (29) o instituto de pesquisas Gallup.

Clinton, provável candidata à presidência dos Estados Unidos em 2016, ficou no topo da lista pelo 13º ano consecutivo, com 12% do total de votos.

Oprah ficou com 8%, enquanto cinco escolheram a jovem ativista de 17 anos Malala Yousafzai, que sobreviveu a um ataque talibã e venceu o prêmio Nobel da Paz deste ano por seu trabalho na promoção dos direitos à educação das crianças.

O presidente Barack Obama foi eleito o homem mais admirado, com 19% dos votos, à frente do papa Francisco, que obteve 6% das intenções.

Nos últimos 70 anos o instituto Gallup tem perguntado aos norte-americanos quem são os homens e mulheres mais admirados por eles, em qualquer lugar do mundo.

A pergunta é aberta - uma técnica de entrevista que premia a fama duradoura de figuras públicas há muito tempo em cena, como a rainha Elizabeth II.

Hillary Clinton, na mira do público desde o início da década de 1990, levou o prêmio 19 vezes desde 1993.

Obama tem sido o homem mais admirado dos últimos sete anos. Segundo a Gallup, o atual presidente dos Estados Unidos quase sempre aparece em primeiro lugar.

A enquete foi conduzida entre 8 e 11 de dezembro, e ouviu 805 adultos nos Estados Unidos. Sua margem de erro é de quatro pontos percentuais. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave