FMI suspende ajuda à Grécia até formação de novo governo

As negociações relativas ao pagamento realizado pelo FMI juntamente a autoridades europeias "serão retomadas assim que o novo governo assuma suas funções", afirmou porta-voz

iG Minas Gerais | AFP |

PIER PAOLO CITO/ASSOCAITED PRESS
undefined

O pagamento da próxima parcela da ajuda oferecida pelo Fundo Monetário Internacional à Grécia está suspensa até a formação de um novo governo, após as eleições antecipadas no fim de janeiro, informou a instituição financeira.

As negociações relativas ao pagamento realizado pelo FMI juntamente a autoridades europeias "serão retomadas assim que o novo governo assuma suas funções", afirmou o porta-voz do FMI, Gerry Rice. Segundo Rice, a Grécia não apresenta necessidades "imediatas" de financiamento.

O Parlamento grego fracassou nesta segunda-feira  (29) em sua terceira tentativa de eleger o Presidente da República, e antecipou as eleições legislativas, que podem levar ao poder, no dia 25 de janeiro, o partido de esquerda radical Syriza.

As difíceis negociações do país sobre o plano de ajuda  acordado em 2012 com FMI, Banco Central Europeu e Comissão Europeia em troca de políticas de austeridade serão suspensas por enquanto.

Segundo o FMI, a viabilidade financeira do país não está em risco, e sua economia voltou a crescer depois de seis anos de profunda recessão.

Atenas sugeriu recentemente que desejava receber antecipadamente a ajuda do FMI, que deve chegar até 2016. A ajuda europeia que prevista para terminar em 2014 foi prorrogada por dois meses.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave