Objetos detectados no mar não pertencem a avião da AirAsia

Vice-presidente indonésio, Jusuf Kalla, desmentiu informações de que uma aeronave de vigilância australiana havia detectado alguns destroços que poderiam ser do voo

iG Minas Gerais | AFP |

Buscas pelo avião AirAsia são feitas nesta segunda-feira (29)
BAY ISMOYO / AFP
Buscas pelo avião AirAsia são feitas nesta segunda-feira (29)

Os objetos avistados durante a busca do avião desaparecido da AirAsia não pertencem ao mesmo, anunciou nesta segunda-feira (29) o vice-presidente indonésio, Jusuf Kalla, desmentindo informações de que uma aeronave de vigilância australiana havia detectado alguns destroços que poderiam ser do voo.

"Foi verificado e não há provas suficientes para confirmar estas informações", disse Kalla em uma coletiva de imprensa no aeroporto de Surabaya, de onde saiu na madrugada de domingo o avião desaparecido com destino a Cingapura.

Quinze barcos e 30 aviões participam das operações de busca na zona, acrescentou Kalla.

"Não é uma operação fácil, sobretudo no mar e com um tempo como esse", disse a fonte.

Até o momento a busca se concentra em uma mancha de óleo descoberta em frente à ilha de Belitung, no mar de Java, disse um porta-voz da Força Aérea da Indonésia, Hadi Tjahjanto.

"Estamos verificando se trata-se de avtur (um combustível para aviões) do avião da AirAsia", disse o porta-voz.

Austrália, Cingapura e Malásia mobilizaram aviões e barcos para ajudar na busca do voo QZ8501 da AirAsia, que desapareceu no mar de Java quando voava rumo a Cingapura.

Leia tudo sobre: AirAsiaAVIÃODESAPARECIDOMUNDOBUSCAPASSAGEIROS