Mourinho reclama de pênalti e vê complô contra o Chelsea

Em lance apontado pelo treinador português, Cesc Fábregas ainda recebeu o cartão amarelo por simulação

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Mourinho segue em sua tática de desestabilizar os rivais com 'jogos mentais'
PÁGINA OFICIAL/DIVULGAÇÃO
Mourinho segue em sua tática de desestabilizar os rivais com 'jogos mentais'

O técnico José Mourinho, do Chelsea, criticou a arbitragem do empate contra o Southampton, por 1 a 1, no domingo (28), pelo Campeonato Inglês, e disse acreditar num complô extracampo para que o seu time não fique com o título da competição.

Mourinho reclamou muito do pênalti não marcado no meia espanhol Cesc Fábregas, aos 10 min do segundo tempo. O jogador ainda recebeu cartão amarelo por simulação.

"Isto é, claramente, o resultado de algo que parece um complô. Eu acho que isso é um escândalo, porque não foi um pênalti pequeno. Foi um pênalti como o Big Ben", disse Mourinho após a partida.

"Eu acho que, no futebol, nós deveríamos tentar mudar as coisas ruins. E a punição dobrada é algo inacreditável. Você tem um pênalti e você, provavelmente, vai vencer o jogo. E você não tem o pênalti e ainda tem um cartão amarelo", afirmou o treinador português.

Com o empate por 1 a 1 com o Southampton, o Chelsea desperdiçou a oportunidade de abrir vantagem na liderança do Inglês. Tem 46 pontos, três a mais do que o segundo colocado, o Manchester City, que também empatou na rodada.

Leia tudo sobre: fabregasmourinhochelseachororo