Violência policial é assunto discutido no mundo e tem gerado protestos

iG Minas Gerais |

Mesmo em países com treinamentos de excelência, como nos Estados Unidos, a atuação policial é um ponto constante de polêmica. Em Nova York, várias manifestações ocorreram no início deste mês depois que um júri de Staten Island decidiu não indiciar Daniel Pantaleo, 29, um policial branco que matou por sufocamento o negro Eric Garner, 43, durante uma abordagem, em julho.

Os protestos se espalharam pelo país e foram registrados em Chicago, Washington, Boston, Oakland e Hartford. A maioria das manifestações foi pacífica, e o assunto gerou repercussão internacional. Na última quarta-feira, novo protesto ocorreu em Berkeley, no Missouri, depois que um jovem negro também foi assassinado durante uma operação da polícia em um posto de gasolina. Seis manifestantes chegaram a ser detidos.

Em 30 anos, a polícia norte-americana matou 11 mil pessoas. No Brasil, em um intervalo de tempo seis vezes menor (cinco anos), foram 11.197 vítimas de policiais, segundo o 8º Anuário de Segurança Pública. (BF com agências)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave