Morre lenda do bandoneón

Leopoldo Federico brilhou ao lado de nomes como Ástor Piazzolla e Mariano Mores

iG Minas Gerais |

Reproducao / Flickr
undefined

O reconhecido bandoneonista e diretor de orquestra Leopoldo Federico, uma das maiores figuras do tango argentino, morreu ontem aos 87 anos em Buenos Aires, informou a Associação Argentina de Intérpretes (AADI) em comunicado.

Federico, que presidia a AADI, morreu em um hospital da capital argentina onde estava internado.

Ele começou na música ainda adolescente e brilhou ao lado de nomes como Ástor Piazzolla, Julio Sosa e Mariano Mores. Em 1958, fundou sua própria orquestra. Entre suas obras de mais destaque estão “Que me juzgue Dios”, “Cabulero” e “Al galope”.

Ao longo de sua carreira, recebeu várias prêmios, entre eles dois Grammys Latinos. O músico foi declarado cidadão ilustre de Buenos Aires em 2002.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave