Vice do São Paulo elogia novo reforço do Palmeiras e pede paz

Ataíde Gil Gurreiro, pediu o fim da inimizade entre o presidente são-paulino, Carlos Miguel Aidar, e o mandatário palmeirense, Paulo Nobre

iG Minas Gerais | Folhapress |

O vice-presidente do São Paulo, Ataíde Gil Gurreiro, pediu o fim da inimizade entre o presidente são-paulino, Carlos Miguel Aidar, e o mandatário palmeirense, Paulo Nobre.

Os dois presidentes trocaram farpas após o clube do Morumbi contratar o atacante Alan Kardec, que estava no Palmeiras. Paulo Nobre acusou o rival de ser antiético e sorrateiro, enquanto Aidar afirmou que o time do Parque Antarctica se apequenou e que o choro é livre.

"O que deu esse grande problema foi a contratação do Kardec. Mas em nenhum momento o São Paulo teve qualquer problema de ética. Infelizmente aconteceu que o presidente do Palmeiras não gostou, foi infeliz nas declarações, o do São Paulo também foi e criou essa inimizade entre os dois, o que é ruim. Outro dia falei para o assessor do Nobre [Fernando Mello], que é competente, falar para o presidente que essa encrenca tem de ficar fora do futebol", disse Ataíde em entrevista à rádio "Bandeirantes".

"Acho que dirigente não pode alimentar isso [rivalidade]. Para mim, torço para Corinthians, Palmeiras e Santos estarem sempre disputando título. Faz bem para o futebol", acrescentou.

O dirigente são-paulino elogiou o zagueiro Vitor Hugo, ex-América-MG, que já assinou uma carta de intenções com o Palmeiras e será anunciado após formalizar o contrato definitivo, o que deve acontecer só após a virada do ano.

"Gostei do Vitor Hugo. É canhoto. Lá atrás, há uns oito meses, falei para a comissão técnica [do São Paulo] que vi, e gostei. Aí numa viagem, ele fez um gol contra e quase faz outro, aí estragou meus planos. Mas ele é muito bom. O Palmeiras acertou, ele é muito bom. O Palmeiras vai ser feliz com ele", contou Ataíde.

Leia tudo sobre: são pauloataídeaidarnobrebrigaspalmeiraskardecvitor ugo