Seria um retrocesso na carreira voltar ao Brasil, diz Lucas

Atualmente no PSG, meia revelado no São Paulo aponta diferenças técnicas como principal empecilho

iG Minas Gerais | Folhapress |

Lucas espera temporada de brilho pelo PSG
DIVULGAÇÃO / PSG
Lucas espera temporada de brilho pelo PSG

Há dois anos no Paris Saint-Germain, o meia-atacante Lucas, 22, revelado nas categorias de base do São Paulo, criticou o futebol brasileiro e afirmou que seria um retrocesso na carreira retornar ao país.

"Se eu voltasse para Brasil hoje teria um retrocesso na minha carreira. Eu me daria bem aqui porque o futebol é muito mais lento, e lá é muito mais dinâmico, então eu me daria bem", disse Lucas em entrevista ao programa "Esporte Espetacular", na TV Globo.

"Temos que rever esse conceito [sobre o futebol brasileiro]. Ter a humildade de falar que eles [os europeus] estão na nossa frente. Que o futebol deles esta avançando, que eles jogam um futebol bonito, coletivo", acrescentou.

Na entrevista, Lucas afirmou que hoje se considera um jogador "mais completo na parte tática, na movimentação, respeitar a disciplina tática".

Lucas, que ficou fora da lista dos 23 convocados para a Copa do Mundo, afirmou que espera ser chamado para o amistoso contra a França, marcado para o dia 26 de março, em Paris.

O jogador foi convocado para os jogos contra Turquia e Áustria, mas foi cortado por lesão. "É um jogo [contra a França] especial. Posso dizer que a França é o meu segundo país. Espero começar uma nova história na seleção brasileira", completou o jogador, negociado pelo São Paulo para o Paris Saint-Germain por R$ 108,3 milhões.

Leia tudo sobre: lucaspsgfrançafutebolfutebol europeu