Vias públicas escuras, ônibus demorados e saúde precária

iG Minas Gerais |

Na parte alta da vila Bom Destino, em Santa Luzia, é possível ver um bairro formado por centenas de casas de alvenaria, a maioria feita com o suor das famílias que moram ali. Só há asfalto nas ruas principais, por onde passam os coletivos.

“A iluminação é péssima, e o transporte público demora muito a passar”, afirmou a presidente da Associação Comunitária da Vila Bom Destino, Ednalda Estevão de Araújo, 38.

Quem tem familiar doente em casa sofre ainda mais, como Vanda Macedo de Souza, 53, que cuida da mãe, de 78 anos, acamada há anos. “Ambulância da prefeitura demora demais ou não atende. E hospital bom é só no Odilon Behrens, na capital (a cerca de 20 km de casa)”, relatou. (LC)

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave