Gestão garantiu quebra de tabu

iG Minas Gerais |

Para Bonifácio Mourão, com Aécio o PSDB cresceu em Minas
Raíla Melo/ALMG - 30.8.2013
Para Bonifácio Mourão, com Aécio o PSDB cresceu em Minas

Além de ter ficado marcado como o ano em que o PSDB perdeu o governo de Minas, 2014 também pontuou o fim de outra hegemonia na política: a candidatura de tucanos paulistas à Presidência.

A situação foi regra entre 1989 e 2010, quebrada somente neste ano, com a candidatura de Aécio Neves – e a avaliação positiva de seu governo foi fundamental para a façanha. Desde a primeira eleição direta pós-redemocratização, os tucanos paulistas Mário Covas (1989), Fernando Henrique Cardoso (1994 e 1998), José Serra (2002 e 2006) e Geraldo Alckmin (2010) foram os representantes do partido nas eleições.

“O partido cresceu em Minas e no Brasil. A votação de Aécio, com 51 milhões de votos, foi consagradora”, avalia o líder de governo de Antonio Anastasia, Bonifácio Mourão (PSDB). Apesar de Aécio ter dito que “cumpriu seu papel” e não se colocar como candidato em 2018, para os tucanos de Minas, o senador é o principal nome para derrotar o PT. “Ele entra em 2015 como principal líder da oposição e encarna o desejo de mudança de 51 milhões de brasileiros”, diz Mourão. (LP)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave