Minientrevista

Roberto Pinto - presidente do Sindvel

iG Minas Gerais |

O Vale da Eletrônica tem 153 empresas, esse número pode aumentar? Santa Rita do Sapucaí é um canteiro de fábricas. Devido a quatro incubadoras de empresas, de dois em dois anos temos vaga nelas porque sempre sai um lote de empresas nesse período.

Quantas saem graduadas a cada dois anos? Só de incubadora, acredito que a cada dois anos vêm para o mercado ao menos 20 empresas. O que mais está acontecendo em Santa Rita do Sapucaí são pessoas que querem criar negócio com empresas daqui.

Qual será a transformação do Vale da Eletrônica? É um projeto muito maior, que é a criação do centro de pesquisa e desenvolvimento. Eu penso num projeto inicial de quatro anos, com 25 vagas para mestres, doutores e especialistas inicialmente. E o Sindvel irá comandar isso.

Qual é o aporte necessário? É um investimento de cerca de R$ 53 milhões.

A sua intenção é começar quando?   Não tem data, é um querer nosso. (HL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave