Novos ventos para curtir

“MasterChef”, na Band, trouxe um frescor diferente aos reality shows produzidos na televisão aberta

iG Minas Gerais | luana borges |

Rodrigo Belentani
undefined

A linha de shows na televisão foi marcada por diversidade em 2014. Salvo alguns ajustes pontuais em programas já estabelecidos, o entretenimento das emissoras ganhou algum frescor com as estreias de “MasterChef”, na Band, e “The Noite”, no SBT, e “Programa da Sabrina”, da Record, entre outras. Mas um dos principais destaques ficou por conta do “Encontro com Fátima Bernardes”. Depois de dois anos e meio no ar e passar para a direção de Boninho, a produção se encontrou na grade da Globo com uma mistura entre gêneros musicais e entrevistas com famosos e anônimos. Por isso, foi escolhido como o Melhor Programa de Auditório de Melhores & Piores de TV Press. Consequentemente, Fátima Bernardes levou a categoria Melhor Apresentadora pelo seu bom desempenho à frente da produção.

Mas a grande surpresa da linha de shows ficou mesmo por conta de “MasterChef”, que ganhou o título de Melhor Programa de Competição ou Reality Show. A cada episódio, a competição culinária, apresentada por Ana Paula Padrão, foi conquistando telespectadores e chegou ao final desbancando até o “The Voice”, da Globo, nos índices de audiência por 25 minutos. Um grande feito para a Band. Por outro lado, a baixa qualidade de produção de “A Fazenda” fez o reality show da Record ser escolhido como o pior da mesma categoria pela equipe de TV Press.

Já o humor, gênero característico do entretenimento das emissoras, teve seus altos e baixos este ano. Apesar de ainda não ter levado para a tevê episódios diferentes dos exibidos na internet, o “Porta dos Fundos” estreou na Fox e ganhou como Melhor Produção Humorística. Afinal, é preciso reconhecer que o grupo de comediantes consegue sair do lugar-comum na hora de fazer graça. Por outro lado, o “Divertics” decepcionou desde o primeiro dia de exibição. Bobo e irrelevante, o programa foi a exemplificação de como desperdiçar um bom elenco. Por isso, foi escolhido como a Pior Produção Humorística.

Quem também parece gostar cada vez mais de fazer graça é Silvio Santos. Mas, muitas vezes, suas piadas são de gosto duvidoso. Completamente sem filtro no que fala e em suas atitudes, o apresentador é destaque no Momento Bizarro 2014. Eleição

Melhor Produção Humorística: “Porta dos Fundos”, da Fox Pior Produção Humorística: “Divertics”, da Globo Melhor Programa de Auditório: “Encontro com Fátima Bernardes” Pior Programa de Auditório: “Programa da Sabrina”, da Record Melhor Programa de Competição ou Reality Show: “MasterChef”, da Band Pior Programa de Competição ou Reality Show: “A Fazenda”, da Record Melhor Apresentador(a): Fátima Bernardes

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave