Polícia identifica suspeito por morte de turista italiana no Ceará

Suspeito passou por exames e foi liberado por não existir indícios suficientes para a prisão em flagrante

iG Minas Gerais | Da redação |

O corpo da italiana de 29 anos foi localizado em uma região afastada e de difícil acesso
Reprodução/Facebook
O corpo da italiana de 29 anos foi localizado em uma região afastada e de difícil acesso

Um suspeito de participar do assassinato da turista italiana Gaia Molinari, 29, em Jericoacoara (CE), foi identificado pela Polícia Militar, prestou depoimento e foi liberado.

Segundo a Polícia Civil do Estado do Ceará, a PM deteve o suspeito na tarde desta sexta-feira (26) e o conduziu à Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur), onde foi ouvido e depois encaminhado à sede da Perícia Forense do Ceará, em Fortaleza.

O suspeito, cuja identidade não foi divulgada, passou por exames e foi liberado, por não existir indícios suficientes para a prisão em flagrante, segundo nota divulgada pela polícia.

Identificada como Miriam, a jovem do Rio de Janeiro que conheceu Gaia em Fortaleza, e com quem viajou até Jericoacoara, também foi ouvida. A Polícia Civil informou que inicialmente estaria descartada a possibilidade de latrocínio.

Ainda de acordo com a polícia, Gaia Molinari foi agredida e estrangulada.

O corpo da italiana, natural de Piacenza, foi localizado por um casal de turistas por volta das 15h da quinta-feira (25). Ela estava de biquíni, canga e levava uma bolsa.

Segundo a polícia, ainda não é possível saber se a italiana foi vítima de abuso sexual.

Gaia foi encontrada em uma região afastada e de difícil acesso, conhecida como Serrote. O local é uma área de preservação ambiental, sem acesso para veículos e muito procurado por turistas.

A turista estava hospedada em um albergue em Fortaleza desde o dia 16 de dezembro, e deveria ter retornado para lá no dia 24. O dinheiro e o computador dela ainda estão no local.

A polícia do Ceará informa que o consulado italiano e os familiares da vítima já foram avisados sobre o crime.

A morte da turista foi destaque nos principais sites da Itália.

Segundo o jornal "Corriere della Sera", Gaia morava em Paris e estava no Brasil desde o início de novembro, trabalhando como voluntária em uma entidade de ajuda a crianças carentes em São Paulo.

Ela, ainda segundo o jornal, viajou para o Ceará no último dia 16 a turismo. 

Folhapress

Leia tudo sobre: turistaitalianamortaCeará