Funeral de policial morto em NY atrai milhares de agentes

Vice-presidente dos EUA Joe Biden também marcou presença no enterro; Rafael Ramos foi morto a tiros dentro de um carro de patrulha

iG Minas Gerais | Da redação |

Milhares de policiais de diferentes partes dos Estados Unidos compareceram, neste sábado, 27, em Nova York, ao funeral do policial de origem porto-riquenha Rafael Ramos, que foi morto a tiros há uma semana.

Ramos, 40, e seu colega Liu Wenjian, 32, foram mortos no dia 20 de dezembro à tarde por um homem negro que cometeu suicídio pouco depois. Os policiais estavam dentro de um carro de patrulha, que estava estacionado em frente a um conjunto residencial no Brooklyn.

O autor do ataque Isamaaiyl Brinsley, tinha justificado o crime em redes sociais observando que queria vingar as recentes mortes de dois afro-americanos por policiais brancos.

Os serviços funerários para o oficial Rafael Ramos começou sábado, na igreja Christ Tabernacle, no Queens. Casado e com dois filhos, Ramos entrou para a polícia em 2012.

O vice-presidente Joe Biden falou no início da cerimônia. O prefeito Bill de Blasio deve falar mais tarde e Bill Bratton, chefe da polícia novaiorquina, também deve participar. Planos para o funeral do parceiro de Ramos ainda não foram anunciados.

O tiroteio abalou a cidade e pôs fim aos protestos de larga escala que criticavam a polícia sobre uma série de mortes de homens negros desarmados. 

Folhapress

Leia tudo sobre: FuneralpolicialmortoNYagentes