Júlio Baptista quer somente 'quebrar o galho' como centroavante

Sem Moreno e com Damião ainda distante, o camisa 10 afirmou que prefere jogar no meio-campo, mas aceita atuar no ataque em algumas partidas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

No centro de uma enorme polêmica, Júlio Baptista publicou carta em uma página pessoal na internet se defendendo de acusações
Gualter Naves/Textual
No centro de uma enorme polêmica, Júlio Baptista publicou carta em uma página pessoal na internet se defendendo de acusações

O Cruzeiro termina o ano de 2014 sem saber qual será o centroavante da próxima temporada. Com a saída de Marcelo Moreno e o acerto ainda complicado com Leandro Damião, a vaga pode ficar com Júlio Baptista, que chegou a exercer a função em algumas partidas das últimas temporadas.

 

Mas o camisa 10 não quer se tornar a solução definitiva para o problema. Em um jogo beneficente em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, ele comentou a possibilidade de ocupar o espaço no ataque celeste. 

"Minha função todos sabem qual é. Sou um meio-campista e às vezes posso fazer essa função (de centroavante), mas não será para toda a temporada. Espero que eu possa ajudar da melhor forma possível, em tudo que o Cruzeiro for disputar", afirmou o atleta. A partida foi disputada nessa sexta-feira. 

Como o contrato de JB com a Raposa vai até junho de 2015, ele também já pensa em renovar o vínculo até o fim do ano. No entanto, o nome dele teria sido colocado em xeque pelo clube, que estaria interessado em negociar o jogador. Estima-se que o gasto mensal para a manutenção dele seja de R$ 1 milhão. 

Porém, o meio-campista afirmou que não houve propostas para deixar a Toca II. 

"Não surgiu nada para mim de outra equipe. Apresento-me ao Cruzeiro em janeiro, não assinei pré-contrato", concluiu. 

Outra opção para vestir a camisa 9 seria o camaronês Joel, um dos reforços para a temporada. 

Leia tudo sobre: CruzeiroJúlio Baptistaatacantecentroavantemeio-campo