Frutífera Cícera

iG Minas Gerais |

“O consumidor está mais exigente e, com isso, sabe da necessidade do trabalho de um profissional.”
barbara dutra
“O consumidor está mais exigente e, com isso, sabe da necessidade do trabalho de um profissional.”

Rápida pesquisa nos diz que o nome Cícera significa “a que planta sementes”. E mais: “Pessoa charmosa, amável e expressiva. Sua descontração e bom humor a mantêm sempre jovem”. Cícera Gontijo é isso e muito mais. Plantando sementes em projetos residenciais, comerciais ou institucionais, a designer de interiores colhe os frutos, merecidamente.

Cícera, há quanto tempo você está no mercado? Quantas vezes participou da Casa Cor Minas Gerais? Estou no mercado há 30 anos. Já participei da Casa Cor oito vezes. Como se manter no topo, há três décadas, com a chegada de tantos novos e talentosos profissionais? Mantenho uma atualização permanente de conhecimentos e não deixo de levar em conta o aprimoramento na gestão do escritório e no atendimento ao cliente. Paralelamente ao seu diário de bordo, como avalia o crescimento do mercado de arquitetura e design de interiores em Minas? Avalio de forma positiva. O consumidor está mais exigente e, com isso, sabe da necessidade do trabalho de um profissional. As mostras de decoração ajudaram a ampliar e a aprimorar os serviços paralelos, como marcenaria, mobiliário, design e tecnologia? Sim. As mostras se tornaram importantes vitrines para o público e criaram uma situação caracterizada por uma concorrência saudável. Não só as mostras, mas publicações, sites e programas de TV sobre decoração proliferaram, deixando o cliente mais antenado. Como conciliar o seu estilo, a sua assinatura, com os desejos dele? A facilidade de acesso a um grande número de informações muitas vezes gera dúvidas no cliente. Como profissional, tenho que mostrar o melhor caminho, dentro de critérios de bom senso e estética para alcançar um belo resultado. BH está em sintonia com as tendências internacionais? A cidade e o mercado têm evoluído. Há consumidores com desejos de produtos sofisticados e o mercado vem se aprimorando para atender a um público mais exigente. Seus ambientes em mostras de decoração e seus projetos particulares são sempre muito elogiados, além de premiados. Quais foram as conquistas mais recentes de seu escritório? Em 2014, nosso escritório ganhou três prêmios, repetindo o número de 2013. No ano passado, recebemos o Prêmio Deca (categoria Comercial), o Prêmio Olga Krell, (categoria Comercial) e o Prêmio Amide (categoria Apartamentos). Já neste ano, levamos o Prêmio Amide (categoria Mostra), o Prêmio Casa Cor Minas (categoria Originalidade) e o XI Grande Prêmio da Arquitetura Corporativa, maior premiação latino-americana, (categoria Retrofit). Algum projeto especial para 2015? Considero especial o projeto da nova sede da Associação Mineira de Supermercados (Amis), de autoria do arquiteto Sylvio Podésta. Somos parceiros nesse projeto, no desenvolvimento da arquitetura de interiores.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave