“Besame” em clipe de Jair

Plataforma de videoclipes Vevo exibe registro inédito e derradeiro de Jair Rodrigues interpretando clássico do bolero

iG Minas Gerais |

Raridade. Jair Rodrigues teve sua interpretação de “Besame” incluída no projeto S de Samba Sessions
CAIO ESTEVES/FOLHA IMAGEM
Raridade. Jair Rodrigues teve sua interpretação de “Besame” incluída no projeto S de Samba Sessions

SÃO PAULO. A plataforma de videoclipes Vevo está exibindo desta a última segunda-feira (22) uma gravação de “Bésame Mucho”, registro inédito e derradeiro do cantor Jair Rodrigues, morto aos 75 anos após um infarto no último mês de maio. A performance, que vai de um canto contido a momentos emocionados, faz parte do projeto S de Samba Sessions.

A proposta da Vevo é mostrar intérpretes conhecidos resgatando músicas que tiveram importância em suas vidas. A produtora S de Samba tem entre seus sócios Jair Oliveira, filho de Rodrigues, que também segue carreira de cantor. Mas quem faz papel de entrevistador no vídeo é Wilson Simoninha, também sócio da empresa.

Ao responder quando cantou “Bésame Mucho” pela primeira vez em sua carreira, Jair Rodrigues relembra um teste para crooner em São Carlos (SP), ficando em dúvida se ocorreu em 1957 ou 1958. Ele apresentou primeiro um sucesso de Agostinho dos Santos (1932-1973), cantor de bossa nova, de quem Jair era ídolo declarado. Quando alguém da rádio pediu que ele cantasse outro estilo de música, ele optou por “Bésame Mucho”.

A canção foi escrita em 1940 pela pianista e cantora mexicana Consuelo Velázquez (1916-2005). “Bésame Mucho” se tornou o bolero mais popular na história do gênero. Segundo alguns pesquisadores, é a música com letra em espanhol mais gravada no mundo.

Concentração. Antes de começar a cantar, Jair faz uma oração breve, a Deus e aos orixás, e depois pede ao pianista João Cristal que toque as primeiras notas. Então o clima informal dá lugar a um intérprete concentrado, com uma ótima pronúncia do espanhol, moldada em muitos anos de shows na noite.

A série S de Samba Sessions tem mais duas gravações de Jair Rodrigues já divulgadas: “Embaixo da Bandeira” (dividindo vocais com o filho) e o clássico italiano “O Sole Mio”.

Há outros vídeos interessantes exibidos no projeto. Bons exemplos são Zeca Baleiro cantando “Nega de Obaluaê”, celebrizada por Wando, e Simoninha fazendo sua versão de “Eu Preciso Aprender a Ser Só”, de Marcos e Paulo Sérgio Valle. Além desses participam Cláudio Zoli, Luciana Mello (também filha de Jair Rodrigues), Walmir Borges, Negra Li e Toquinho, este responsável pelo momento mais inusitado da série, quando ele canta o hino do Corinthians.

Jair Rodrigues se despediu dos palcos e da música no dia 6 de maio deste ano durante uma apresentação no Hotel Guanabara, em São Lourenço (MG). No dia 8, o artista foi encontrado morto na sauna da casa em que ele morava, em Cotia, interior de São Paulo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave