Ação da Petrobras cai e volta a valer menos de R$ 10

Papéis da Vale também perdem valor, com minério barato

iG Minas Gerais |


Petrobras afunda com o petróleo cotado a menos de US$ 60
STEFERSON FARIA
Petrobras afunda com o petróleo cotado a menos de US$ 60

RIO de janeiro. As ações da Petrobras interromperam sequência de três altas e caíram mais de 6% ontem na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), no primeiro pregão depois que a agência de classificação de risco Moody’s comunicou que está revisando sua nota para, possivelmente, rebaixá-la. Com a queda intensa, o papel ordinário (ON, com direito a voto) voltou a valer menos de R$ 10.

Puxado pela estatal, o índice Ibovespa fechou em baixa de 1,46%, aos 50.144 pontos. Com os investidores em clima de feriadão, o volume financeiro foi de R$ 2,1 bilhões na Bolsa, contra média de R$ 6,85 bilhões em novembro.

Os papéis da companhia encerraram com baixa de 6,19% (ordinários, cotados a R$ 9,85) e 6,11% (preferenciais, sem direito a voto, a R$ 10,30).

“O possível rebaixamento é algo que preocupa muito porque aquele que a S&P fez há algumas semanas foi limitado, não afetou o rating global da companhia. Se a Moody’s tomar essa atitude, será encarada pelo mercado como um evento muito negativo para a companhia”, disse João Pedro Brugger, da Leme Investimento.

Não ajudou a companhia a desvalorização do petróleo no mercado internacional. O contrato futuro do barril do tipo Brent, para entrega em fevereiro de 2015, registrava queda de 1,44% ontem, cotado a US$ 59,40.

Segundo Luiz Roberto Monteiro, operador da corretora Renascença, as ações da companhia devolvem a alta “artificial” que registrou nos últimos dias: “A Petrobras subiu sem nenhum motivo aparente nesta semana, um momento de pouca liquidez no mercado que acabou sendo propício para esses movimentos. A verdade é que o cenário continua muito negativo para a empresa e nada mudou”

Além da ameaça de rebaixamento da Moody’s, Rogério Freitas, sócio na Teórica Investimentos, menciona um fator político por trás da desvalorização da companhia na Bolsa. “O governo não tomou a decisão que o mercado espera, que é a mudança na diretoria da empresa. O governo não fez nada até agora”, afirmou.

Além de Petrobras, outra “blue chip” (empresa com alta representatividade na Bolsa), a Vale, caiu com força. As ações da mineradora recuram 2,43% (ON) e 1,49% (PN). Segundo Monteiro, a companhia continua pressionada pela baixa cotação do minério de ferro, seu principal produto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave