Dois policiais de UPPs são baleados em menos de 24 horas no Rio

Um soldado, de 22 anos, morreu baleado na manhã desta sexta (26) e outro também foi assassinado por uma dupla de assaltantes

iG Minas Gerais | Folhapress |

 O soldado da Polícia Militar Hebert da Silva de Souza, de 22 anos, foi baleado, na manhã desta sexta (26), quando seguia para o trabalho na UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), do Alemão, na zona norte do Rio. Em menos de 24 horas, dois PMs, lotados nas chamadas unidades pacificadoras, foram baleados no Rio.

Na noite de quinta (25), um policial da UPP Nova Brasília foi atingido na cabeça por um disparo durante um patrulhamento pela favela.

De acordo com a assessoria da PM, o soldado Souza estava de carona na moto de outro policial quando foram abordados por uma dupla de assaltantes. Como os policiais decidiram ultrapassar o bloqueio, os criminosos começaram a atirar na avenida do Contorno, um dos acessos à ponte Rio-Niterói.

O policial Souza foi atingido nas costas por um dos disparos. O PM foi socorrido e levado para o hospital Azevedo Lima, em Niterói, região metropolitana do Rio, onde está internado.

Já o PM baleado na UPP Nova Brasília, uma das favelas que integram o Complexo do Alemão, permanece internado em observação. A polícia não divulgou seu nome. Até o momento, os autores dos disparos contra o policial foram encontrados.

Neste mês de dezembro ao menos outros cinco policiais foram baleados na UPP Nova Brasília.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave