Prefeitura proíbe estacionamento em Copacabana a partir do dia 30

Secretário de Turismo Antônio Pedro Figueira de Mello lembrou em entrevista coletiva nesta sexta (26) que o embarque no metrô será feito somente por quem adquiriu o bilhete especial

iG Minas Gerais | Folhapress |

O público já se aglomera nos dois pontos, para curtir a virada de ano.
ERBS JR. / ESTADÃO
O público já se aglomera nos dois pontos, para curtir a virada de ano.

O estacionamento nas ruas de Copacabana, zona sul do Rio, estarão proibidos pela prefeitura já a partir do dia 30, por conta do Ano Novo. Segundo o secretário municipal de Transportes, Leonardo Picciani (PMDB), quem estacionar nas vias do bairro terá o carro rebocado para um depósito no centro da cidade.

O esquema de proibição de estacionamento começa às 18h de terça-feira (30) pela rua Gustavo Sampaio, no Leme. Às 21h, as vagas da avenida Nossa Senhora de Copacabana e da rua Barata Ribeiro estarão vetadas e às 23h, a proibição se estende até a avenida Atlântica.

As demais pistas junto à orla de Ipanema e Leblon, também na zona sul, serão fechadas a partir das 18h de quarta-feira (31). Já as pistas do aterro do Flamengo serão bloqueadas a partir das 20h do dia 31.

Para facilitar o acesso do público haverá três pontos de ônibus na região, como já ocorre há três anos. Um deles no Leme, que faz o transporte para Botafogo, centro e zona norte; outro na rua Epitácio Pessoa, para o bairro de São Cristóvão, zona norte; e o terceiro na Vieira Souto, destino Barra da Tijuca e zona oeste.

As alterações no trânsito na avenida Atlântica começam na manhã do dia 31, com o fechamento parcial a partir das 7h e total das 18h às 5h do dia 1º. Uma das novidades na organização deste Réveillon é a determinação de que os ônibus de turismo terão que estacionar e desembarcar os passageiros na área do Teleporto, na Cidade Nova, no centro do Rio. Os passageiros devem seguir para Copacabana preferencialmente em transporte público.

O secretário de Turismo Antônio Pedro Figueira de Mello lembrou em entrevista coletiva nesta sexta (26) que o embarque no metrô será feito somente por quem adquiriu o bilhete especial e que os ônibus municipais e os táxis só entrarão em Copacabana até as 22h do dia 31.

"As pessoas devem chegar cedo à Copacabana. Após as 22h, quem quiser chegar à praia terá que caminhar, como no ano passado", disse o secretário.

A prefeitura estima cerca de 2 milhões de pessoas só em Copacabana. O Réveillon deste ano marca o início das comemorações pelos 450 anos da cidade. O aniversário do Rio será o tema da festa que deve movimentar ao menos 816 mil turistas e pelo menos US$ 650 milhões. Ano passado, cerca de 767 mil turistas viraram o ano no Rio e geraram cerca de US$ 614 milhões para a economia carioca.

Metrô tem vendas antecipadas

Quem usar o metrô no Réveillon deve ficar atento para a compra dos bilhetes especiais. As vendas de passagens pela internet já se esgotaram. Desde a quinta-feira (25) de Natal são vendidos bilhetes apenas nas estações Pavuna, Central, Carioca e Largo do Machado, na zona sul. O cartão de ida e volta é vendido por R$ 7. Já o de ida ou o de volta custa R$ 3,50. O limite de compra para cada usuário é de até 10 cartões.

A partir das 19h do dia 31 apenas usuários com os cartões especiais poderão embarcar de metrô, na faixa de horário marcado ao adquirir o cartão. Durante a Operação Especial de Réveillon não serão aceitos outros cartões. Estes só voltarão a valer a partir das 7h do dia 1º de janeiro de 2015.

O Metrô Rio, concessionária que administra o transporte, informou que foram disponibilizados 143 mil cartões, sendo 104 mil para ida e volta, 26 mil somente para ida e 13 mil exclusivos para volta. O usuário terá à disposição na viagem de ida cinco faixas de horário (entre 19h e meia-noite). A volta acontece de meia-noite até 5h.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave