Le Havre afirma que anúncio de Adriano é prematuro

A chegada do Imperador ao time francês ainda depende da autorização do órgão de controle financeiro da Liga de futebol local

iG Minas Gerais | AFP |

Próprio Le Havre tratou de confirmar, por meio de nota oficial, o acordo com Adriano
HAC/Divulgação
Próprio Le Havre tratou de confirmar, por meio de nota oficial, o acordo com Adriano

O atacante brasileiro Adriano, chamado de  "Imperador" no auge da carreira, mas que teve muitos problemas nos últimos anos, anunciou no Twitter que fechou um acordo com o Le Havre francês, um anúncio "prematuro" segundo o presidente do time segunda divisão da França, Jean-Pierre Louvel.

"Um Feliz Natal a meus novos fãs do Le Havre. Muito feliz por estar com vocês para um novo desafio desportivo", escreveu em francês no a rede social na quinta-feira o "Imperador", de 32 anos.

Mas, nesta sexta-feira, o presidente do clube destacou que, apesar da existência de um acordo com Adriano, o mesmo está condicionado à liberação dos recursos bancários que permitiram ao polêmico Christophe Maillol retomar o HAC (como o clube é conhecido).

"As coisas estão claras. Há um acordo com Adriano para que jogue no Le Havre, mas há dois passos a seguir", disse à AFP o atual presidente do clube, Jean-Pierre Louvel.

"O primeiro é que o assunto do retorno de Maillol esteja concluído, o que neste momento não está solucionado. O segundo é que a Direção Nacional de Controle e Gestão (DNCG), o órgão de controle financeiro da Liga francesa, autorize a transferência", completou.

"Até que estes passos aconteçam, não podemos dizer que Adriano está no Le Havre", disse.

O HAC é o mais antigo clube do futebol francês e atualmente ocupa a 11ª posição da segunda divisão. A equipe está em meio a uma verdadeira novela sobre o projeto de recuperação do clube por Christophe Maillol.

Adriano teve o auge de sua carreira na Inter de Milão, há uma década, quando recebeu o apelido de "Imperador" da imprensa italiana.

Mas o atleta, que disputou a Copa do Mundo da Alemanha-2006, não entrou em campo mais que 17 vezes nas últimas quatro temporadas.

Seu último contrato, com o Atlético Paranaense, foi encerrado após seis meses, depois que Adriano faltou a vários treinamentos e não conseguiu recuperar a forma física.

Leia tudo sobre: adrianole havrefrançafutebolchristophe mailloljean-pierre louvel