Pedro Henry quer ir para o regime aberto

iG Minas Gerais |

Brasília. O ex-deputado federal Pedro Henry, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do mensalão, entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para cumprir o restante da pena em casa. Na ação, a defesa presenta acordo que firmou com a procuradoria do Mato Grosso para quitar a dívida de quase R$ 2 milhões imposta pelo STF e que o impedia de progredir de regime.

A defesa apresentou cópia do acordo em que se compromete a pagar o débito em 24 parcelas. Para os advogados, como Pedro Henry já começou a pagar a multa, não há motivo para que ele continue no regime semiaberto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave