Críticos dizem que filme é mediano

iG Minas Gerais |

James Franco e Seth Rogen interpretam dois jornalistas contratados para matar Kim Jong-un
Divulgação
James Franco e Seth Rogen interpretam dois jornalistas contratados para matar Kim Jong-un

Nova York, EUA. Além de ter liberado o acesso pela internet aos norte-americanos, a Sony Pictures confirmou que o filme será exibido em mais de 200 salas de cinema nos EUA. Apesar das versões piratas que já circulam pela na rede, no Brasil não há a possibilidade de fazer o download pago do filme. Estrelada por James Franco e Seth Rogen, a comédia entraria em cartaz aqui no dia 29 de janeiro, mas teve seu lançamento cancelado, sem previsão de uma nova data.

Com a disponibilização online de “A Entrevista”, paródia sobre um plano da CIA para assassinar o ditador da Coreia do Norte, vários críticos de cinema publicaram suas opiniões sobre o filme. “Infelizmente ofuscado pela polêmica (e tirado de exibição como resultado), o roteiro de ‘A Entrevista’ oferece risos medianos amparados por seus dois protagonistas simpáticos”, resume o Rotten Tomatoes, site que compila críticas do mundo todo. A média de “A Entrevista” é de 50% de aprovação.

O site do “Guardian” pega mais pesado e classifica o filme para apenas pessoas que gostam de piadas com genitálias: “25% de piadas sobre pênis; 25% de piadas sobre ânus”.

Liberado

Na rede. A Sony Pictures liberou, na tarde de quarta-feira, o filme “A Entrevista” no YouTube, Google Play, Xbox Video e no site SeeTheInterview.com para os norte-americanos,

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave