Aposentado espera valor ‘mais digno’ pelo imóvel

iG Minas Gerais |

Para que a nova rodoviária seja construída no bairro São Gabriel, às margens do Anel Rodoviário, mais de 300 famílias foram realocadas nos últimos três anos. Em acordos feitos com a prefeitura, algumas foram reassentadas, e outras receberam indenizações. Em meados de 2013, 11 famílias ainda resistiam por não concordar com as propostas do município.

Foi o caso do aposentado Jorge Rodrigues Gomes de Souza, 60, o último a receber ordem para sair. Ele diz que mora há 58 anos no local, que mais parece um sítio, em terreno doado ao seu pai. Agora, quer ser indenizado pelo valor da área e da casa que construiu, e entrará com recurso para contestar a indenização. “Sei que a rodoviária será boa para a população, mas só quero receber um valor digno. A prefeitura pretende me pagar, depois que eu sair daqui, R$ 85 mil só pelas melhorias que fiz. Que casa compro com R$ 85 mil? ”.

A casa do aposentado não é a única em pé no local, embora centenas tenham sido derrubadas. Souza informou que em frente à residência dele ainda há um vizinho. (LC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave