Papa condena ataques no Oriente Médio em mensagem

Com a praça de São Pedro tomada por 80 mil fiéis, Francisco não poupou ataques do Talibã no Paquistão

iG Minas Gerais | DA REDAÇÂO |

Milhares de pessoas acompanharam nesta quinta-feira (25), a mensagem de Natal do papa Francisco, na praça de São Pedro, no Vaticano. A tradicional fala do pontífice condenou perseguição de minorias e convidou as pessoas a não serem indiferentes em relação ao sofrimento do próximo O bispo de Roma também pediu pelo fim dos impasses na África, Oriente Médio e não poupou recentes ataques do Talibã no Paquistão. Por último, fez questão de agradecer aos “homens” pela ajuda às vítimas da epidemia do Ebola, no continente africano. O "Urbi et Orbi" foi entregue durante a manhã europeia. "Eu peço a ele, o Salvador do mundo, que olhe para nossos irmãos e irmãs no Iraque e na Síria, que por muito tempo agora vêm sofrendo os efeitos de um conflito em andamento e que, juntos com aqueles que pertencem a outros grupos étnicos e religiosos, estão sofrendo uma brutal perseguição", pediu Francisco. Cerca de 80 mil pessoas estiveram presentes na praça do primeiro papa da Igreja Católica.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave