Mesmo sem chuva, rodovia Rio-Santos permanece interditada

Segundo a Defesa Civil, não há mais desalojados no município de São Sebastião; mau tempo provocou queda de barreiras e de árvores

iG Minas Gerais | Da redação |

Permanece totalmente interditado, nesta manhã de Natal (25), o trecho entre o km 145 e o km 147 da rodovia Rio-Santos (SP-55), que dá acesso à costa sul de São Sebastião, na altura da praia de Toque-Toque Grande. De acordo com informações repassadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do Estado de São Paulo, até o momento não há previsão de liberação da via. O DER recomenda que os motoristas utilizem como alternativa as rodovias Mogi-Bertioga, Mogi-Salesópolis, Carvalho Pinto e Tamoios.     O local segue interditado desde a noite da última terça-feira (23) após fortes chuvas na região terem provocado queda de barreiras e de árvores. No trecho, há também um poste de energia caído e parte da pista cedeu. A chuva deu uma trégua e já não há famílias desalojadas, segundo a Defesa Civil.    Durante o dia de ontem, 24, choveu cerca de 89 milímetros em cinco horas, quantidade esperada para um mês no município. Os principais bairros afetados foram Boiçucanga, Juqueí e Maresias. Os bairros Paúba, Camburi, Guaecá, Toque Toque e Barra do Sahí também estão com problemas decorrentes das chuvas.   O bairro Maresias, onde mora o atual campeão mundial de surfe Gabirel Medina, foi um dos locais mais atingidos pelas chuvas. Além dos prejuízos à população, o mau tempo foi um dos motivos do cancelamento da festa de recepção que estava sendo preparada para recepcionar o surfista.    Há um mutirão solidário que está atuando nos pontos mais alagados da região para ajudar os moradores a deixar suas casas e recuperar alguns percentes pessoais.         Com agências