Santa Casa pode fazer paralisação a partir de segunda-feira (29)

Cooperativa de trabalhadores reivindica repasse até sexta (26), caso contrário o atendimento e internações eletivas serão suspensas

iG Minas Gerais | Guilherme Ávila |

Santa Casa de BH/Divulgação
undefined
A cooperativa de trabalhadores da Santa Casa divulgou nesta quarta (24) um comunicado reivindicando do governo federal a atualização do repasse integral referente ao mês de novembro até às 16h desta sexta-feira (26), caso contrário o atendimento no Centro de Especialidades Médicas e internações eletivas serão suspensas a partir das 7h de segunda (29).   "Foi realizado, em 01/12/14, o repasse das faturas em atraso do Santa Casa Saúde, referentes à julho e agosto. A SantaCoop informa que até a data de hoje 19/12/14, ainda não foi efetuado por parte da Secretária Municipal de Saúde, o pagamento da fatura da competência 10/2014 referente ao SUS da alta e média complexidade. A diretoria está empenhada no recebimento das faturas para repasse imediato aos cooperados", diz a representante dos médicos da Santa Casa em notas publicadas no seu site oficial.   A paralisação foi acordada em uma assembleia geral extraordinária do Corpo Clínico da Santa Casa de Belo Horizonte, que definiu que os trabalho serão cuspenso enquanto persistir o atraso no pagamento. Estão em atraso repasses do SUS dos seguintes segmentos: AIH e média complexidade; SADT (exames realizados em pacientes internados); Fundo de Ações Estratégicas e Compensações (FAEC); Incentivo de cirurgia eletiva; Incentivo dos leitos de Especialidades Clínicas; CEM Ambulatório; e Plantão da Anestesia.   A SantaCoopBH informando que a paralisação adotará as seguintes orientações:  
  • 1 – Suspensão das internações nas especialidades clínicas e cirúrgicas
  • 2 – Suspensão integral das atividades do Centro de Especialidades Médicas – CEM
  • 3 - Manutenção dos atendimentos de urgência: CTI / Maternidade / Hemodiálise / Transplante / Oncologia
  • 4 – Manutenção da urgência oftalmológica
  • 5 – Pacientes já internados terão sua assistência mantida integralmente
  • Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave