Condenado por estupro, pastor Marcos tem liberdade concedida no Rio

Presidente da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, Marcos Pereira da Silva foi condenado, em setembro de 2013, a 15 anos de prisão pelo estupro de uma fiel

iG Minas Gerais | Folhapress |

Fiel doou apartamento de frente para a Praia de Copacabana
UANDERSON FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO
Fiel doou apartamento de frente para a Praia de Copacabana

O pastor Marcos Pereira da Silva, condenado por estupro, foi libertado na tarde desta quarta-feira (24) por conta de um habeas corpus concedido pela Justiça do Rio. Ele estava preso na Penitenciária Vieira Ferreira Neto, em Niterói, região metropolitana do Rio.

Presidente da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, Marcos Pereira da Silva foi condenado, em setembro de 2013, a 15 anos de prisão pelo estupro de uma fiel. Segundo os autos, o abuso aconteceu nas dependências da igreja, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, em 2006.

O pastor também é suspeito de ter estuprado pelo menos seis fiéis. Os abusos também aconteciam, segundo a polícia, na igreja dele. De acordo com testemunhas ouvidas pela polícia, ele aproveitava momentos a sós com fiéis para abusar sexualmente delas.

Ele estava preso desde maio de 2013. No mesmo mês, teve um pedido de habeas corpus negado. No site da Assembleia de Deus dos Últimos Dias há um pedido de doação para os gastos da igreja com o processo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave