Dátolo comemora reencontro com Lucas Pratto

Meio-campo e atacante atuaram lado a lado no Boca Juniors, quando o novo contratado atleticano apenas iniciava a carreira

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Dátolo quer se tornar também o cobrador oficial de faltas no time
Bruno Cantini / Atlético
Dátolo quer se tornar também o cobrador oficial de faltas no time

De férias em Buenos Aires, o meio-campo Dátolo, do Atlético, aceitou convite do programa de rádio 'somos boca', que dá destaque ao Boca Juniors, clube que ele defendeu entre 2006 e 2009, depois de ser lançado pelo Banfield.

Na oportunidade, Dátolo falou sobre muitos assuntos, entre eles a companhia que terá do compatriota Lucas Pratto no atual campeão da Recopa.

"A gente jogou juntos no Boca, mas o Pratto era muito novo. Agora vamos nos reencontrar no mesmo time, seremos companheiros novamente", comemora Dátolo, que viu seu futebol crescer dentro do Atlético depois da chegada do técnico Levir Culpi.

Mesmo esquecido das últimas convocações da seleção de seu país, Dátolo garante que ainda pensa em jogar pela celeste, comandada hoje por Alejandro Sabella. "Quero ter uma nova chance. Hoje sou um jogador muito mais completo se compararmos com a época em que defendi o Boca", lembra.

Sua estreia pela Argentina foi em 2009, quando foi chamado por Maradona para um jogo contra a Rússia. No seu primeiro toque na bola, fez um gol. A sequência reservou chamado durante as Eliminatórias para a Copa de 2010, contra o Brasil, quando novamente deixou sua marca na derrota por 3 a 1.

Mesmo com a cabeça no Galo, Dátolo revela que não esquece o clube boquense. "Gostaria muito de voltar a jogar no clube", admite.

O jogador também citou o contato que teve com Riquelme, um dos grandes ídolos do time portenho. "Nosso relação sempre se baseou em olá e tchau. Nada além disso", mostra.

Dátolo se reapresenta na Cidade do Galo no dia 7 de janeiro, uma quarta-feira, junto aos demais companheiros. Até lá, ele aproveita as festas de final de ano com os amigos e família.