Atentado suicida deixa pelo menos 33 mortos e 55 feridos no Iraque

Atentado ocorreu perto de uma fila de paramilitares sunitas pró-governo que esperavam para receber seus salários

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Um atentado suicida no Iraque nesta quarta-feira (24) deixou ao menos 33 mortos e 55 feridos em Madaen, cerca de 25 km ao sul de Bagdá, informaram a polícia e médicos iraquianos.

O homem-bomba explodiu perto de uma fila de paramilitares sunitas pró-governo (e opositores do grupo radical Estado Islâmico) que esperavam para receber seus salários. Além dos paramilitares, três soldados do Exército foram mortos, mas, segundo oficiais, a contagem total de vítimas ainda deve aumentar.

O grupo paramilitar, conhecido como Sahwa, é composto por homens que se juntaram a tropas americanas para combater a Al Quaeda durante a insurreição no país em 2007 e 2008. Ele são vistos como traidores por parte dos militante sunitas.

Embora ninguém tenha assumido a autoria do ataque, suspeita-se do Estado Islâmico, que capturou largas faixas de terra no oeste e norte do Iraque durante o último verão.

A ofensiva do EI se tornou a pior crise do Iraque desde que as tropas americanas se retiraram do país, em 2011.

Leia tudo sobre: HOMEM BOMBABAGDÁATAQUE TERRORISTAMORTOSFERIDOSMUNDOATENTADOIRAQUE