Dois homens são baleados no Jardim Teresópolis

Jovens de 16 e 19 anos foram atingidos nas pernas e não correm risco de morrer

iG Minas Gerais | Dayse Resende |

Vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Regional
PEDRO SILVEIRA/OTEMPO
Vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Regional

A disputa pelo controle do tráfico de drogas no Teresópolis, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, está impondo uma rotina de guerra aos moradores. Os confrontos são frequentes e assustadores.

Somente ontem, dois jovens, de 16 e 19 anos, foram baleados no aglomerado que, em 2011, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi considerado o maior de Minas.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o menor teria relatado que transitava pela rua Campo Formoso quando foi atingido por um tiro na perna esquerda. Os disparos teriam sido feitos por dois homens brancos, de cabelos vermelhos, que estavam dentro de um Fox prata.

A outra vítima é Eulimar Macedo Nunes. Ele foi atingido por três disparos na perna direita, e outro, na perna esquerda. “A vítima disse apenas que gangues rivais estão em disputa pelo controle do tráfico de drogas no Teresópolis. Talvez essa seja a motivação desse crime”, informou um dos policiais que participou da ocorrência.

A dupla foi socorrida por populares e encaminhada para o Hospital Regional, onde foi atendida e liberada em seguida. O caso será investigado pela Polícia Civil. Mistério Até o fechamento desta edição, nenhum dos suspeitos havia sido preso. A motivação do crime também é desconhecida pelos policiais que atenderam a ocorrência.

Outros homicídios

Anteontem, dois homens foram mortos em regiões distintas de Betim. Segundo a Polícia Militar, o primeiro crime ocorreu na rodovia Maria Rosa Moreira Maia, no Vianópolis. A vítima é José Carlos Vieira dos Santos, de 32 anos, que foi encontrada já sem vida por um caseiro. A perícia constatou que Maia levou um tiro no abdômen e, outro, na nuca.

A outra vítima é o comerciante Adilson Rangel Raimundo, de 48 anos. Ele foi encontrado morto em casa, onde também funcionava o seu bar, na região do Alterosas. O filho da vítima, de 13 anos, contou que estava tomando banho quando ouviu os tiros e foi ver o que havia acontecido. Ao ver o pai caído no chão e sangrando ele saiu para procurar ajuda. A autoria e a motivação dos crimes são desconhecidas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave